Sesi GoLab: indústria adota metodologia para solucionar problemas de absenteísmo

13/11/2020 - 11h27

O absenteísmo, termo usado para designar a ausência dos funcionários no trabalho, por falta ou atraso, é um problema que resulta em elevação de custos e impacta diretamente na produtividade das empresas. E foi com o foco na redução do índice de falta que a equipe de Saúde e Segurança do Trabalho (SST) do Sesi Mato Grosso atuou juntamente com funcionários da Tio Lino Indústria de Alimentos, utilizando a ferramenta Sesi GoLab.

A intensão é subsidiar a área de recursos humanos da empresa com dados para que ela possa gerenciar os fatores que ocasionam os afastamentos com assertividade. Com isso, gerenciar a sobrecarga de trabalho e estresse enquanto a indústria aumenta o índice de satisfação e produtividade.

A coordenadora de Saúde e Segurança do Sesi MT, Adriana Reis, explica que para alcançar os objetivos a equipe da indústria precisa definir alguns critérios, entre eles os benefícios para os colaboradores e para a empresa e de que forma a solução será implementada - vivenciaram a aplicação da metodologia Design Sprint.

“Ao todo, são três dias de atividades intensas, dentro da própria indústria, que têm o intuito de desenvolver ideias inovadoras e possíveis caminhos para solucionar o desafio apresentando”, observa.

Segundo ela, o resultado é produzido durante o treinamento, no formato de um protótipo, que será aperfeiçoado e validado pela empresa.

Para a coordenadora Administrativo da Tio Lino, Karina de Souza, o grande desafio é identificar onde estão ocorrendo as falhas e como reverter as situações apresentadas. “O lado positivo deste trabalho é a participação dos colaborados, onde eles mesmos apresentam, analisam e propõem as melhorias necessárias”, enfatiza.

Aceleração de ideias

O Sesi GoLab é uma caixa de ferramentas de aceleração de ideias, para criação e validação de soluções para a indústria, baseada na metodologia de design sprints (google ventures).

Trata-se de uma prática altamente dinâmica, acelerada e que estimula a criatividade e que envolve diretamente as indústrias no processo de ideação.

O passo a passo

A  metodologia  é composta  por três etapas.  Na  primeira  é realizada uma reunião inicial com a indústria para entender a sua dor ou desafio na área de Saúde e Segurança do Trabalho ou Promoção da Saúde. A empresa traz o seu desafio e a partir dali o grupo levanta subsídios que deem suporte no desenvolvimento dessa solução. 

Entendida a dor, é hora de desenvolver a solução no sprint, estruturado em três dias de imersão. Primeiro dia, entender, desconstruir e idear; no segundo, decidir e detalhar; no terceiro, prototipar, testar e aprender. 

Neste momento, são realizadas provocações aos integrantes da empresa, por meio de metodologias e ferramentas de inovação, para que a solução seja validada em cada etapa até que se chegue a um formato final, que possa ser prototipado. Ou seja,  o  Sesi  apoia  a indústria durante toda a execução do projeto, da  ideação  à  prototipação,  para  que  saia  com a solução construída e validada. 

Já a fase final, ocorre sete dias depois dos sprints, com o teste do protótipo para saber o que precisa ou não ser melhorado. 

Para saber mais sobre a ferramenta e levar a aplicação dessa metodologia para a sua empresa basta entrar em contato pelo e-mail assessoria.tssi@sesimt.ind.br ou pelo telefone (65) 3611-1669. O Sesi ainda conta com duas vagas para atendimento de forma gratuita. 
 

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555