Comunicado à indústria | Medidas de prevenção à Covid-19

22/03/2021 - 09h38

Caros industriais,

Participei de várias reuniões no fim de semana com o Governo, analisando cenários e buscando novas ações para o enfrentamento da pandemia.

Antes de tudo, reafirmo que a Fiemt continua defendendo que a indústria é essencial e que precisa funcionar para não desabastecer o país e o nosso estado. Essa é a nossa postura desde o início da pandemia.

Durante as reuniões, já conseguimos o compromisso do governo de que não serão decretados feriados antes da próxima sexta-feira (26/03).

Porém, é importante que todos compreendam qual é o real cenário que estamos enfrentando:

1 -  Faltam vagas em hospitais, tanto na rede pública quanto privada. Corremos risco de desabastecimento de oxigênio, medicamentos e insumos hospitalares. Temos hoje 160 pessoas aguardando UTI, mas não há leitos disponíveis. Neste momento, não importa o sobrenome ou a conta bancária: se alguém precisar de hospital, tem chances mínimas de conseguir.

2 - Nosso índice de isolamento social oscila entre 36 e 40% – e precisamos chegar a a um mínimo de 55%, até que a pressão sobre os hospitais diminua. Isso não significa fechamento geral, mas sim a restrição de algumas atividades e, sobretudo, convencer as pessoas a buscar a própria segurança, mantendo o distanciamento, evitando aglomerações e deslocamentos desnecessários.

3 - Teremos 60 dias muito críticos, com a perda de muitas vidas.

Perante esse cenário, é fácil concluir a probabilidade de lockdown é muito grande. Para evitarmos isso, só existe uma via: manter o diálogo aberto e negociar, contribuindo com estratégias e ações.

E é isso o que estamos fazendo.

Senhores, lembro a todos que, graças ao nosso posicionamento rápido e acompanhamento constante da atuação dos governos, já obtivemos inúmeras conquistas para o setor, garantindo que quem cumpre as regras continue trabalhando.

Agora, vamos trabalhar para as melhores soluções coletivas. Além disso, estamos articulando também a viabilização de pleitos importantes para a sobrevivência de nossas empresas e a preservação de empregos, como extensão de prazo para o recolhimento de impostos, prorrogação de validade de certidões, auxílio aos setores mais impactados e outros.

O Sistema Fiemt segue atuando. Manteremos a todos informados assim que tivermos mais detalhes.

Cuiabá, 22 de março de 2021

Gustavo de Oliveira
Presidente do Sistema Fiemt

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555