Com arrecadação recorde, Guarda-roupa Solidário inicia entrega de mais de 20 mil peças

16/06/2021 - 10h28

Com arrecadação recorde em 2021, o Guarda-roupa Solidário, parte integrante do projeto Multiação, realizou a primeira etapa da entrega de mais de 20 mil peças de vestuário e brinquedos para 12 instituições beneficentes dos municípios de Cuiabá e Várzea Grande, que atendem centenas de famílias carentes. A cerimônia ocorreu na terça-feira (15), na sede da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt) e contou com a participação de parceiros representantes das instituições.

Nesta primeira entrega, foram distribuídos mais de 13 mil itens, incluindo pares de sapato, roupas masculinas, femininas e infantil, além de brinquedos. O restante, cerca de sete mil, passa por higienização e, após triagem, será entregue às organizações nos próximos meses.

O presidente da Fiemt, Gustavo Oliveira, destacou o empenho dos parceiros e das instituições para a continuidade do projeto, que teve seu formato original alterado, por conta da pandemia do novo coronavírus. Segundo ele, o Guarda-roupa Solidário sempre foi um dos serviços mais procurados dentro do Multiação, o que demostra que as pessoas realmente precisam dessa ajuda.

“Essa doação não é nossa. Nós somos apenas os veículos que fazem com que os donativos, que as pessoas de boa vontade fazem, cheguem aos mais necessitados”, frisou Gustavo, ressaltando que a cerimônia de entrega é uma prestação de contas à sociedade que tanto colaborou.

O gerente de Soluções da TVCA, Cícero Mariano, frisou que a iniciativa precisou se reinventar mas que segue com o mesmo objetivo. “A comunidade mais vulnerável continua precisando de assistência. As doações são tratadas com muito carinho. Seguindo os protocolos de biossegurança, os itens foram separados e higienizados, como forma de prevenção à transmissão da Covid-19, para que chegassem às mãos de quem precisa”.

Foram contempladas, em Cuiabá, a Associação São Francisco de Assis, Associação Obra Social Seara de Luz, Comunidade de Missionárias Consagradas, Grupo Fraterno Ass. Esp. Joanna de Angeles e Fundação Abrigo do Bom Jesus.

Já em Várzea Grande, receberam as peças a Associação dos Amigos dos Autistas e da Criança Deficiente do Estado de Mato Grosso (Ama MT), Fundação Espírita Rachele Steingruber, Associação Obra Social Apóstolo Mateus, 1ª Igreja Batista em Cristo Rei, Associação Caminhando Para Mais Um Sonho (Acamis), Associação De Catadores De Materiais Recicláveis e Reutilizáveis Mato Grosso Sustentável (Asmats) e Centro de Centro De Reabilitação Resgatados Por Cristo.

Empenho pelo bem comum

A presidente da Ama MT, Helena Graziela Amaral, declarou que a ajuda veio em boa hora e que todo o empenho é em prol do bem comum. “As famílias mais humildes, mais carentes, estão sofrendo muito com toda essa situação de pandemia. Os alimentos estão com preços altos e já é difícil para comprar, imagine roupas? Além disso, temos o inverno que se aproxima, mesmo não sendo rigoroso, para nós, cuiabanos, acostumados com calor, ele judia. São mães, pais e filhos que precisam muito”, afirma.

A associação atende, de forma direta, 150 famílias, com doação de alimentos e leite para crianças, além de itens de vestuário. De forma indireta, com participação em projetos da comunidade, presta auxílio a outras 300 famílias.

À frente de uma organização atende diretamente 200 crianças no contraturno escolar, a sócia fundadora da Acamis, Maria Domingas, lembrou que as famílias mais vulneráveis continuam precisando de todo apoio e assistência. “Essas doações vão ajudar muito. Temos famílias que são compostas por 7, 8, até 10 crianças, e que não têm condições de comprar nem alimentos, muito menos roupas”, exemplificou. Na instituição, são oferecidas oficinas de música, siriri, caratê e hip hop. As famílias recebem também auxilio, como distribuição de alimentos e roupas.

Esta é a segunda vez que o projeto realiza a entrega para instituições beneficentes, como forma de dar continuidade às doações e auxiliar a população afetada pela pandemia do novo coronavírus. Em junho do ano passado, foram entregues 3 mil peças a seis instituições na capital, em Várzea Grande e Rondonópolis.

O projeto

O Guarda-roupa Solidário é parte integrante do projeto Multiação, uma iniciativa da Fiemt e TV Centro América, com a parceria de mais de 40 empresas e instituições – que tem como objetivo disponibilizar, gratuitamente, serviços de saúde, educação, orientação jurídica, empreendedorismo, cidadania e cultura à população. Em seis anos de criação, já atendeu mais de 470 mil pessoas, de diversos bairros de Cuiabá e de Várzea Grande.

A última edição do evento ocorreu em março de 2019 no bairro João Bosco Pinheiro, em Cuiabá, quando foram realizados 9.942 atendimentos. Na ocasião, o Guarda-roupa Solidário distribuiu mais de 6.400 peças.

Para doar

A arrecadação para o projeto não para. As doações de roupas, calçados e brinquedos podem ser feitas em um dos diversos pontos de coleta. Em Cuiabá e Várzea Grande em todas as unidades do Serviço Social da Indústria (Sesi), Sesi Escola, Serviço Nacional da Aprendizagem Industrial (Senai) e Sistema Fiemt (Avenida Historiador Rubens de Mendonça, nº 4913, Centro Político Administrativo, além das empresas parceiras.

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555