Presidente da Fiemt defende geração de empregos de forma sustentável no Pantanal

06/06/2022 - 09h13
xx
Borelli defendeu a criação de emprego e incentivo à
pequenas fábricas de transformação

O presidente em exercício da Federação das Indústrias de Mato Grosso (Fiemt), Antônio Bornelli, participou nesta segunda-feira (06.06) de Audiência Pública para debater estratégias de desenvolvimento sustentável para o Pantanal e defendeu a criação de emprego e incentivo à pequenas fábricas de transformação. 

Para Bornelli, a região do pantanal precisa desenvolver vários setores econômicos para garantir desenvolvimento econômico e social para a população, como exemplo o turismo, apoio a pecuária e às indústrias de transformação que tenham baixo impacto ambiental.

“É preciso investir em políticas públicas para a economia familiar nessa região. Tem que ter renda para a mulher, para a família toda. É possível criar pequenas fábricas de processamento que geram emprego para as pessoas, como na área de laticínio e processamento de frutas, além do grande potencial turístico”, explicou. 

O evento foi realizado pela Comissão de Meio Ambiente da Assembleia Legislativa do Mato Grosso e pela Subcomissão Permanente de Proteção ao Pantanal (CMABIOPANT), por solicitação do deputado estadual Carlos Avallone e do senador Wellington Fagundes, respectivamente e aconteceu dentro da programação da Feira Internacional de Turismo do Pantanal (FIT Pantanal). 

xx

Alteração de Legislação

Está em discussão na Assembleia Legislativa a alteração da Lei nº 8830/2008, conhecida como Lei do Pantanal, que trata da Política Estadual de Gestão e Proteção à Bacia do Alto Paraguai. O projeto de lei que vai ser apresentado foi elaborado em conjunto com a Secretaria de Estado de Meio ambiente (Sema), e tem como base estudo técnico realizado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) Pantanal.

A partir desses estudos da Embrapa já foram publicadas notas técnicas sobre que tratam sobre a restauração de campos após análise técnica do órgão ambiental, utilização correta do uso do fogo e da formação de pastagens em área de uso restrito do Pantanal. 

“Infelizmente tivemos que passar por uma tragédia ambiental para discutir ações de desenvolvimento econômico social de forma sustentável para as populações”, disse o deputado.

Texto: Eduardo Cardoso/Sistema Fiemt

Acompanhe o Sistema Fiemt nas redes sociais:

Sistema Federação das Indústrias no Estado de Mato Grosso
Avenida Historiador Rubens de Mendonça, 4.193 - Centro Político Administrativo
Cuiabá - MT / CEP 78049-940 | Fone: (65) 3611-1500 / 3611-1555